Dicas práticas para você entrar para o departamento de planejamento de uma boa agência: Fernand Alphen


1) Curriculo: mandar curriculo por email é a coisa mais preguiçosa do mundo. Se não houver outro jeito – digamos que você more no Cariri, que você não conheça ninguém a mais de um quilometro de distância e que sua vocação esteja escrita nas estrelas, mande um curriculo inteligente que diga exatamente o que você quer e porque você quer isso. Não perca tempo em salamaleques, nem frases vagas, mas não deixe de demonstrar que você sabe com quem está falando. E se você tiver algo para mostrar, poupe os servidores de emails de attachments: publique em algum lugar e mande o link. O sistema é bruto.
2) Network: network é importante e não tem absolutamente nada a ver com caderneta de endereço. Network não se conquista entrando em redes sociais tampouco. Elas só servem para te dar uma pista. Se você identificou seu target, comece o namoro com educação e pertinência. Jamais puxe o saco. Mande emails, participe das comunidades, dos blogs mas só se você tiver algo inteligente a dizer. Elogios, e manifestações folclóricas são contraproducentes. Encontros de profissionais são enfadonhos, não perca seu tempo. Quem interessa não vai a esses convescotes. O sistema é bruto.
3) Indicações: é importante ter bons relacionamentos. E por bons relacionamentos entenda-se pessoas que tenham argumentos para saber te vender. Ninguém pede favor a ninguém por amor. Não se queima cartucho por belos olhos e interesses sórdidos. Seu pai, seu irmão, seu primo empresário, seu padrinho rei da Prússia são queridos, mas são muito piores no quesito indicação do que seus ex-colegas e seus ex-chefes. Não faça inimigos profissionais porque o mundo dá voltas. O sistema é bruto.
4) Oportunidades: não abrace qualquer porcaria, para estar “dentro do mercado”. É perda de tempo. Não é a empresa que te escolhe, é você que deve escolhê-la. Um pouco de auto-estima é bom. Se você achar um bom terreiro, invista, trabalhe muito, faça muitas perguntas e não fique arrotando verdades. A probabilidade de você falar uma asneira é colossal. Seja discreto, simpático, solícito e tente evitar de mostrar seus extraordinários dotes, suas fantásticas relações, sua polpuda conta em banco. O sistema é bruto.
5) Background: 1) aprenda a escrever, aprenda a escrever, aprenda a escrever. Se você escreve bem, quer dizer que você pensa bem. E se você pensa bem, você é útil e tem futuro. O resto – a formação, a experiência, as leituras, os cursos, os workshops, as viagens não servem para absolutamente nada se você escreve como um porco javanês. 2) aprenda a falar, aprenda a falar, aprenda a falar. Se você fala bem, quer dizer que você tem segurança. E se você tem segurança, você é útil e tem futuro. O resto – seu corpo irresistível, as grifes que você estampa e o sorriso colgate não servem para absolutamente nada se você fala como um estivador bêbado. O sistema é bruto.
6) Paciência: tenha muita paciência, muita. O sistema é bruto.
Fernand Alphen é diretor de Branding, Planejamento e Pesquisa da F/Nazca S&S.

Fonte:  CHMKT

Amigos, essas foram as dicas “brutas”… o que tiro disso tudo? Que a paciência é uma virtude, que se fosse pra falar mais nós teríamos duas bocas e não dois ouvidos,  mais do que aprender a escrever, é preciso LER… que ser direto é o melhor negócio, e que finalmente…. “o sistema é bruto”!

Paz e Arte!

Uma resposta para “Dicas práticas para você entrar para o departamento de planejamento de uma boa agência: Fernand Alphen

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s