A essência em traços III e os Poetas


Os poetas de um modo geral estão em meu inconsciente e por isso inspiram meu trabalho. Duas noites atrás fiz uma manipulação cujo o personagem central era Fernando Pessoa. Como Pessoa me faz lembrar de Ligiéro, outro poeta  e graças, mais próximo da minha realidade, fiz uma paródia entre as duas imagens. E o resultado foi esse…

ALMA DE POETA - FERNANDO PESSOA

ALMA DE POETA - FRANCISCO LIGIERO

Poeta
Palavras que saem da alma,
Do que se pode ser como ser humano,
Em pensamentos e sentimentos,
Rastros de vida, amores que se foram,
Inspiraram o conceito de trovas de outros tempos,
Tempos que voltam e que ficam
Fingindo ser um sonhador,
Sendo sofredor de choros,
Risos de brumas e auroras.
Esse foi o texto que criei para inserir atrás da imagem do Ligiero. Não sei se podemos chamar de poesia e nem tenho essa pretensão,  deixo isso para os poetas.
Paz e Arte!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s